NADA É PARA SEMPRE

Espiritualidade
Publicado em: 12 de janeiro de 2013 - Visto 1024 vezes.
Langues / Languages:
  • Português
  • English
  • Français

  • NADA É PARA SEMPRE

    Todos nós estamos neste mundo de passagem.

    Mergulhados na rotina a que nos acomodamos, esquecemos desse detalhe, nos apegamos a coisas, situações, pessoas, sem lembrar que nada é para sempre. Tudo se movimenta e muda, mas nós nos seguramos nas coisas, temos dificuldades em aceitar mudanças. Nos sentimos seguros com a aquisição de bens materiais, com a união familiar, com a admiração dos amigos e da sociedade.

    Todas essas coisas nos ajudam a viver melhor, nos apóiam, mas vão se modificar com o tempo. Assim sendo, o melhor é valorizar os momentos bons, sabendo que é preciso aceitar com coragem e naturalidade a mudança.

    Agarrar-se a algo que acabou é sofrer sem remédio, atrair depressão. Toda perda é dolorosa. A morte de um ente querido, mesmo quando você sabe que o espírito é eterno, que a vida continua, causa dor.

    Um relacionamento em que você colocou muito amor e termina, pode fazer acreditar que nunca mais será feliz. Uma perda financeira que muda seu padrão de vida traz insegurança, desconforto e preocupação.

    Todavia, não aceitar aquilo que é, revoltar-se, brigar com a vida, só alimenta o desalento. Por mais que você deseje, não conseguirá trazer de volta um tempo que terminou. É ficar parado na dor sofrendo inutilmente.

    Essa é uma escolha sua. Ao fazê-lo demonstra que não confia na sabedoria da vida, que Deus não mora dentro de você e que precisa resolver sozinho todos os problemas que o aflige.

    Você está jogando fora todo auxílio que a bondade divina oferece paqra quem aceita o que não pode mudar e busca a ajuda espiritual com fé e humildade. A vida trabalha em nosso favor. A necessidade de aprendizagem, os pontos fracos que ainda temos, é que atraem os desafios em nosso caminho.

    Enfrentá-lo com coragem desenvolve a força interior, aumenta a lucidez, amadurece. A evolução do espírito é lei da natureza. Deixar o passado ir embora, aceitar o novo é abrir espaço para que o progresso possa entrar em sua vida, trazendo conhecimento e satisfação. As coisas mudam, mas ninguém nem nada pode tirar o que pertence a você por direito divino.

    O amor que sente pelos que se foram continua existindo e um dia os unirá de novo. Se perdeu bens materiais, ganhou experiência para administrar melhor os recursos que virá a possuir.

    Afinal, uma perda, seja do que for, sempre deixa um vazio mas abre espaço para conquista de algo melhor. Pense nisso.

    Matéria do Jornal Extra – Escrito por: Zibia Gasparetto

    Sending
    Nota de visitantes:
    0 (0 voto)
    Nota com comentários: 0 (0 votos)

    Sobre o autor:

    Esse post foi publicado em 12 de janeiro de 2013 por Alexandre Santos.
    Blogueiro desde 2009 - Programador - Amante da tecnologia e internet.
    #COMPARTILHE:
    .

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Sending